quinta-feira, 5 de julho de 2007

Contributos para a nossa cidade

PROVEDORIA MUNICIPAL DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

“Acessibilidades para todos” devia ser uma das grandes preocupações da cidade de Braga.

Conceito geral de acessibilidades

"Acessibilidade" é um conceito lato que significa a possibilidade de acesso das pessoas com mobilidade condicionada, de forma permanente ou temporária, aos edifícios públicos e privados, aos transportes e às tecnologias da informação e da comunicação.
A Acessibilidade deve basear-se no Desenho Universal, para facilitar a participação social e o acesso aos bens e serviços a um maior número possível de pessoas e assim contribuir para a inclusão na sociedade.
Quando se fala em acessibilidade, deve-se ter em conta que ela é direccionada para toda a diversidade humana, ou seja, pessoas altas, baixas, muito obesas, mães com carros de bebés, grávidas, idosos, pessoas com vários tipos de deficiências.
A acessibilidade tem como base inserir todas as pessoas na sociedade, independentemente da sua classe social, económica e cultural.
A constatação que a cidade de Braga não serve todos os que nela habitam e trabalham, aliada à profunda convicção da necessidade de construir uma urbe para todos, devia fazer com que o Executivo da CMB criasse, o cargo do Provedor Municipal dos Cidadãos com Deficiência.

4 comentários:

Pedro Morgado disse...

Boa Proposta.

Fernando Pessoa disse...

muito bem presidente...quem processa o arquitecto que, ao arrepio da lei de 1997 (eliminação de barreiras arquitectónicas, desenhou um projecto de alargamento da sede da junta de freguesia de real, sem elevador ??!! Depois de falarmos nisso veio logo a correr corrigir o traço "deficiente"...

Fernando Pessoa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Zé Baptista disse...

Se eu fosse arquitecto fazia sempre como o Taveira. Nada de rampas nem portas da frente. Entrava tudo por trás!

Agora falando a sério. Não era nada má ideia. Desde que isso não seja pretexto para mais um "tacho".