quinta-feira, 28 de maio de 2009

quem é o wally?

[1702]

mais de 1700 posts e 60.000 visitas. é o que temos, mas é muito para mim.
.
quem é este wally?
.

Photobucket

.

mais um enigma a desvendar no nosso blog.
.

Sabor Autêntico

Sou só eu ou vocês também acham que o novo anúncio da Super Bock está fabuloso? Aquele da abertura fácil.

Até me lembra a história de certos indivíduos que foram acampar e compraram umas garrafas de abertura fácil, que depois não era assim tão fácil... e um andou aos tombos e tal... enfim... é uma história demasiado complicada para contar aqui no blog. Só visto!

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Por falar em férias...

Quando é que vamos aqui?

video

p.s. - O dia em que filmei uma lontra.

nós e os nós

[1699]

criaturas de deus,
.
sim, estou de férias. são factos indesmentíveis pela quantidade de palavras de palavras que vou escrevendo. e lendo. mas estou atento aos vossos blogs, no fundo estão criados laços invisíveis, mas muito extensos e firmes.
.
grande abraço.
.

factos vs argumentos

[1698]
.
facto: preciso de férias. preciso de descanso.
argumento: alentejo.
facto: preciso de férias. preciso de descanso.
argumento: só faltam duas semanas.
.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Ilusões

Olhe para o ponto vermelho durante 30 segundos. Desvie depois o olhar para a mão.

http://www.psikopat.com/html/spirale.htm

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Obrigado, Sr. Agente...

video

Que sede ainda tenho!!!

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Boa Comédia

Caminhos do Mundo

Criei um novo blog... eu sei o que estão a pensar "mais um blog que vai durar quinze dias". Não, a sério, não garanto actualizações muito frequentes, a ver vamos, mas decidi criar este blog para partilhar experiências de viagem.

Vocês perguntam "Ó camelo, porque é que não trocas essas experiências de viagem por aqui, no blog dos cinco pês?"

Eu respondo "porque este é um blog generalista e o http://caminhosmundi.blogspot.com/ (meu novo blog) é temático. Inteiramente dedicado a viagens. É apenas uma questão de organização e de facilitar aos internautas a busca de informação. Não se justifica que alguém que procura por "viagens" tenha de aturar um palhaço a falar sobre "touros de morte".

Aceito colaboradores. Aceito mesmo, seja com fotos, vídeos ou textos das vossas viagens.

Já lá está o primeiro post. Um texto e um vídeo da travessia do rio Cachéu na Guiné-Bissau.

Boas viagens.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

já não vamos possuir internet bragatel

Parece que os serviços da Bragatel foram descontinuados e os clientes que sempre usaram os seus planos, tanto internet como televisão vão ser encaminhados para a ZON.
Não sei se o que me vão oferecer em termos de qualidade é melhor ou pior e a que preço. Mas seja como for, um bom serviço como o que me era prestado pela Bragatel vai acabar brevemente.

Viva o mercado da "livre concorrência" em acção! A ZON compra a Bragatel aqui há uns meses, integra-a na sua empresa mantendo o nome Bragatel, e tempos depois acaba com ela encaminhando os clientes para os serviços e planos ZON.

El Che Cola

Enquanto passeava pelo Há vida em Markl descobri esta preciosidade:



Pelos vistos já é vendida em Portugal. Pessoal da esquerda radical, agora já não precisam de beber Coca Cola às escondidas ou pedir um chá preto na Brasileira. Podem beber à vontade.

Agora a sério, dizem que 50% dos lucros vão para ONG's. Não dizem quais, mas a ser mesmo assim e se a El Che Cola tiver mesmo um sabor a Coca Cola ou a Pepsi, é capaz de não ser má ideia. Assim que a apanhar à venda por aí dou-lhe o benefício da dúvida e experimento.

braga antiga

Deixo aqui estas fotos a propósito de um post no blog Avenida Central sobre os canteiros da renovada Avenida da Liberdade e consequente condição de os jardins, praças e avenidas serem espaços para as pessoas, espaços de estar e de sociabilização mais do que espaços de passagem como é exemplo esta nova intervenção "florista".

Passeio Público de Braga





Tirado daqui . Vejam mais fontes de Braga A.M. (antes Mesquita)

Sinais do tempo... mas podiamos voltar a ter jardins destes um pouco por toda a cidade em vez dos ditos canteiros.

terça-feira, 19 de maio de 2009

fotos embaraçosas

Eu proponho uma selecção das melhores fotos dos jantares, viagens, fins de semana e outros momentos de pândega dos camurcinas, para se mandar para este blog. de certeza que se arranjaria um ou outro momento embaraçoso...
No fundo, também somos uma família.

http://awkwardfamilyphotos.com/

Muito bom este blog. Vale a pena dar uma espreitadela.

Outra vez os touros de morte.

Nunca assisti a uma tourada ao vivo. Aquelas roupas "amaricadas" dos toureiros metem-me confusão, e nada me tira da cabeça que os ditos usam uma meia nas cuecas para criar volumes exagerados. São eles e os bailarinos checos. Pronto, não acho piada e também não acredito que uma tradição possa justificar tudo. Mantivessemos nós as mesmas tradições que tinhamos há 300 anos atrás e ainda hoje usávamos perucas ridículas e folhos nas camisas.

Mas, no outro dia, ouvia na rádio um debate sobre touros de morte. Um senhor de uma ganadaria explicava que estes touros crescem com bastante liberdade, com abundância de alimento e muita vaquinha para lhes satisfazer os apetites sexuais, ou seja, são verdadeiros playbulls. Feitas as contas, passam anos de prazer e têm apenas uma horinha de algum sofrimento. Como já disse, isso não justifica os touros de morte, mas a verdade é que estão bem melhor que os touros de engorda que devorámos frequentemente e desses ninguém tem pena.

O belo do bife que vai à nossa mesa, cresce frequentemente em cubículos nauseabundos, vive mal e acaba mal, não poucas vezes com uma marretada na cabeça. E que dizer dos frangos e frangas que crescem de igual modo, engordados à pressão, e mesmo depois de mortos se expõem com a dignidade de uma puta nua numa montra de Amsterdão, só que estes é na prateleira do supermercado. Todos abertos. Não esqueço também os porcos, mal tratados logo pelo nome, sendo que muitos deles não chegam sequer a porcos. Ficam-se por leitões e acabam na Mealhada com uma maçã na boca e um limão no cú.

Nem vou falar dos animais do circo ou dos que são utilizados na pesquisa de cosméticos. Isto de vestir "tutus" (acho que é assim que se chamam as saias das bailarinas) a elefantes e por rimel e batom em coelhos é, no mínimo, escabroso. Pior de tudo são as condições em que vivem e os maus tratos a que estão sujeitos.

Não é por causa disto que vou passar a gostar de tourada e a defender a existência de touros de morte, para mim as touradas continuarão a ser outras e envolvem copos e guitarradas pela noite dentro. De qualquer forma, hoje não acho tão descabidos os argumentos dos defensores da autorização dos touros de morte em Portugal, como achava há uns tempos atrás.

Puritanismo de algibeira

Vi há pouco, nas notícias, que uma professora de uma escola em Espinho foi suspensa depois de um aluno gravar e disponibilizar na internet imagens de uma aula.

A dada altura, a professora puxa pelos galões para se superiorizar, dizendo que tinha estudado mais tempo que a mãe de uma aluna, e dá a entender que se julga superior pelo simples facto de ter mais habilitações. Se foi suspensa por isto, muito bem, não tenho nada a dizer. Envergonha toda uma classe, sabendo nós que muitos vão dizer "os professores têm a mania que são superiores", quando deveriam dizer "aquela professora tem a mania que é superior". Enfim, as generalizações do costume. Se foi suspensa porque questiona alunas acerca de questões pessoais como "com que idade perdeste a virgindade" é igualmente bem suspensa.

Se, por outro lado, a suspensão se deve ao facto de a professora de história ter dito que os romanos faziam orgias, como algumas televisões fizeram o favor de noticiar, então estamos perante mais um caso de puritanismo de algibeira. Será descabido um professor de história dizer que os romanos faziam orgias? Faziam não faziam?

É que o título das notícias dizia algo do género "Professora suspensa por falar em orgias nas aulas".

Faz lembrar o caso da capa do livro em Braga. Na altura a comunicação social criticou o facto da P.S.P. o ter mandado retirar, justificando que "aquilo é cultura"(concordo plenamente). Hoje critíca o facto de uma professora de HISTÓRIA falar nas orgias romanas... pelos vistos a história já não é cultura.

É o que eu tenho dito, qualquer dia precisamos de uma comissão de censura que nos diga o que podemos ensinar e o que não podemos. Nem que para isso seja necessário apagar alguns elementos da história. Proponho desde já uma alteração a frases como:

Na época dos descobrimentos, à custa da subjugação e exploração de vários povos e do comércio de escravos, Portugal transformou-se numa grande potência mundial.

Instrução para os professores: É proibído ler os pormenores irrelevantes escritos a azul.

Reciclagem

Há dias vi um documentário sobre reciclagem que me deixou a pensar. Um empresário do sector dizia que, graças ao crescente número de lares a fazerem a separação do lixo, este se está a tornar um negócio cada vez mais rentável. Dizia ele que, o facto das pessoas o separarem, permitia que, com apenas meia dúzia de trabalhadores se fizesse o mesmo trabalho que há uns anos se fazia com muitos mais braços.

Isso quer dizer que quando eu separo o lixo estou a contribuir para o desemprego de alguns?

Pode não ser bem assim, mas foi a ideia com que fiquei.

Lixos à parte, se pensarmos bem, quando utilizamos vias verdes, bombas de gasolina self-service, serviços online (finanças, segurança social, etc), pagamentos online e por aí fora, tudo coisas que contribuem para que a mão humana seja dispensada, não nos estaremos a foder uns aos outros?

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Obrigado Srª Ministra

Ainda bem que o Ministério da Educação informou, detalhadamente, os professores acerca do seu papel na vigilância das provas, informando-nos como se nós fossemos umas criancinhas de seis anos.

Eu não sabia coisas como:

"Os alunos não podem comunicar entre si durante a realização das provas".

"Os alunos não podem utilizar cábulas".

"Os professores não podem decorar as regras (esta ainda não decorei muito bem)".

Mas, no melhor pano cai a nódoa. Esqueceram-se da regra:

"Os professores não podem pensar. Devem agir como máquinas, fazer apenas, fazer, fazer, fazer, que no governo gostamos é de brincar ao Big Brother!"

Já agora, se me é permitido, proponham uns retratos do primeiro ministro para colocar em todas as salas de aulas. Só para inspirar os alunos e professores. E, no princípio, no meio e no final de cada aula, o professor grita:

- Quem manda e quem ordena em Portugal?

Os alunos respondem (com sentimento e lágrima de felicidade no canto do olho):

- O engenheiro, o engenheiro, o engenheiro.

de profundis

[1685]

parafraseando o grande blog,
.
"Eu sou David. Golias é a preguiça que há em mim."
.
via [vontade indómita]
.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

testes em "coélhinhos fófinhos" e em criancinhas aparentemente menos "fófinhas"

"Pfizer resolve processo sobre antibiótico experimental com 75 milhões de dólares
O Estado de Kano, na Nigéria, aceitou receber 75 milhões de euros da Pfizer para terminar um processo em que a farmacêutica é acusada de provocar lesões permanentes a várias crianças em que testou um medicamento contra a meningite"


A série de processos que o Estado de Kano, na região Noroeste da Nigéria, apresentou contra Pfizer surgiu em 1996, quando a farmacêutica testou o medicamento 'Trovan' em várias crianças e que, segundo a acusação, terá provocado lesões cerebrais, paralisia e disfasia (perturbações de linguagem associadas a lesões cerebrais).
Onze crianças morreram durante os testes mas o governo regional e a Pfizer não chegaram a acordo sobre a causa de morte, uma vez que estas aconteceram durante um surto de meningite na região."


in visao.pt, Lusa

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Novo acessório

A instalar perto das máquinas de ponto.

terça-feira, 12 de maio de 2009

Touros de Morte

Li há pouco uma notícia onde se dizia "Touros de morte dividem parlamento". É inevitável pensar na imagem de uma catraifada de touros a entrar pelo parlamento dentro e a "dividir" tudo pelo ar. Teria a sua piada!

Quem seria o rabejador? Eu tenho uma vaga ideia mas não digo.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Desabafos

Estou num café onde passam Rita Guerra 24 horas por dia. Não peço para trocar porque ainda põe Beto ou Santos e Pecadores. Deve-se estar melhor em Guantanamo!

Incrível

Há gajos com sorte e outros que abusam da sorte... ou talvez não. Eu acho é que o gajo tem um parafuso a menos:

http://tinyurl.com/c2dpkz

Já que o Star Trek está de volta...

Leonard Nimoy, o eterno Spock de Star Trek, tentou, há uns anos atrás, iniciar uma carreira musical... infelizmente. O resultado foi isto:

Melhor álbum português dos últimos 15 anos

A extinta banda portuense "Ornatos Violeta" ganhou a eleição do melhor álbum português dos últimos 15 anos, promovida pela Antena 3, com o seu segundo trabalho "O monstro precisa de amigos. As votações valem o que valem e eu até nem concordo a 100% com a lista dos quinze melhores. A lista é a seguinte:

1. Ornatos Violeta - O Monstro Precisa de Amigos
2. Silence 4 - Silence Becomes It
3. Slimmy - Beatsound Loverboy
4. Mão Morta - Nus
5. Xutos & Pontapés - Ao Vivo na Antena 3
6. The Gift - Vinyl
7. Blasted Mechanism - Namasté
8. Da Weasel - Podes Fugir Mas Não Te Podes Esconder
9. David Fonseca - Dreams in Colour
10. Deolinda - Canção ao Lado
11. Humanos - Humanos
12. Pedro Abrunhosa & Bandemónio - Viagens
13. Moonspell - Memorial
14. Sam the Kid - Pratica(Mente)
15. Clã - Lustro

No entanto, sempre considerei que este trabalho dos Ornatos corresponde, sem dúvida, a um dos melhores trabalhos no panorama da música portuguesa, para mim, talvez o melhor de sempre. Alguns dos álbuns apresentados entre os 15 melhores, são ainda muito recentes e carecem do teste do tempo, o teste que lhes confere a imortalidade. O dos Ornatos não. Já tem uns bons anos e permanece lá, sempre actual. É merecido.

Quando a boa música encontra a boa poesia, uma poesia capaz de dissecar os lugares mais recônditos da mente humana, revelando um perfeito conhecimento daquilo que é "ser humano", dá nisto: O melhor álbum dos últimos 15 anos da música portuguesa. Para mim, talvez o melhor de sempre.

Nota: Álbuns como "Mingos e os Samurais"- Rui Veloso, "Rio Grande"-Rio Grande, "Só" - Jorge Palma, entre outros, mereciam igualmente um lugar de destaque na lista.

Oiçam a música, provem as palavras:

sexta-feira, 8 de maio de 2009

meu amor na tua mão

[1677]

é sempre esta mania de ouvir incessantemente as palavras, que embrulhadas em som e imagem, fazem regressar do fundo do tempo outra certeza. e outro caminho sem direcção, mas que é mais certo por ser indicado pelo teu gesto. mas tu, meu amor, apontas ao horizonte e eu sigo em direcção ao sol. mas que perfeito coração, morreria no meu peito...
.
Se ao dizer adeus à vida
as aves todas do céu,
me dessem na despedida
o teu olhar derradeiro,
esse olhar que era só teu,
amor que foste o primeiro.
.
Que perfeito coração
no meu peito morreria,
meu amor na tua mão,
nessa mão onde perfeito
bateu o meu coração.

.
Allexandre O´Neill
.

que perfeito coração

[1676]

.

aconselha-se a ouvir até à exaustão.

.

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Braga no seu melhor

Mike Richard (penso que é americano) colocou no site http://www.vagabondish.com/ esta fabulosa imagem de Braga.

Ver a imagem no site onde foi retirada

Pais e Filhos

Os pais não compreendem os filhos e depois dá nisto:


- Ó pai, ó pai, quero uma psp só para mim!
- Toma lá meu filho.




quarta-feira, 6 de maio de 2009

on the road

[1673]

a estrada como companhia, o pensamento atravessando fronteiras, a alma como buraco no asfalto, a certeza do que se encontra no fim da linha. é isso que pode fazer-nos mudar de rumo, a certeza de onde isto vai parar, de como tudo vai terminar.
.

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Lançamentos


domingo, 3 de maio de 2009

Smosh

Estes gajos têm piada. Vale a pena ver os vídeos aqui (página oficial) ou aqui (youtube).

sexta-feira, 1 de maio de 2009

High School Fest

- Ó maior, bamos à Zizi comprar um trabesseiro e uma coca-cola?
- Buga... Bamos saltar o muro que é para o Esparguete não nos ber. Depois bamos faltar a física que eu num trouxe equipamento!
- Boa, bamos até ao maximinense que eu tenho aqui um maço de bentil.