quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

Noite inesquecível na Noruega!

Um homem do Norte, É SEMPRE um homem do Norte, carago.
Um industrial de Paços de Ferreira foi à Noruega comprar madeira para a sua fábrica de móveis.
À noite, sózinho no bar do hotel, repara numa loira encostada ao bar. Não sabendo falar norueguês, pediu ao barman um bloco e uma caneta.
Desenhou um copo com dois cubos de gelo e mostrou-o à loira.
Ela, sorriu e tomaram um copo.
De seguida começou a tocar uma música romântica. Ele, pega novamente no bloco, desenha um casal a dançar e mostra-lhe.
Ela levanta-se e vão dançar.
Terminada a música, regressam ao bar e é ela que pega no bloco. Desenha uma cama, uma cadeira e uma cómoda e mostra-lhe.
Ele vê e diz:- Sim, sim, sou de Paços de Ferreira...

11 comentários:

Anónimo disse...

que anedota rasca

cecília disse...

Heheheheheh! Tá boa! :)

RSM disse...

pois, não podemos agradar a todos os anónimos...

Anónimo disse...

Copy, paste?

RSM disse...

não me digas que já inventas anedotas... mostra lá os teus dotes...

Anónimo disse...

Bolas, isto não é nada. Já me estão a roubar a clientela?
"Por Toutatis", outro anónimo?
Já não há dignidade.
Também vais dizer que depois de contar anedotas com piada até pode vir a ser o Presidente da Junta é?

Anónimo disse...

Eu é que sou o Presidente da Junta...

Fernando Pessoa disse...

tanto ressabiado...

um dia até vou ser eu e deois quero ver onde vai parar tanto tacho...

RSM disse...

já te disse uma vez, que a política, o serviço à causa pública não está ao alcance de todos, é uma coisa nobre... e nobreza é o que tu não tens... vives na cobardia... ou será que também querias ser presidente da junta e faltou-te coragem para tal desiderato???

Anónimo disse...

Desiderato? Bem, deves tar a pagar uma renda por essas palavras.
Mas parece que tenho anónimos amigos que partilham da minha opinião relativamente à tua (curta) carreira política ...
Causa nobre? Até aí não discordo, mas se assim é, não deveriam os políticos ser nobres nas suas atitudes?

Fica a pergunta.

RSM disse...

desculpa lá... tiveste que ir ao dicionário, não foi... começa a pagar uma avença...

a minha carreira política nem é curta nem é longa, porque não entendo a minha dedicação à freguesia como carreira política... e de falta de nobreza a mim não me podem acusar, digo-o sem pejo algum... (vai ver ao dicionário)

tu é que querias ser presidente da junta... mas falta-te a coragem... se um dia deres a cara por aquilo em que acreditas, cá estaremos... mas a julgar pela cobardia da tua postura não creio que isso vá acontecer alguma vez...