quinta-feira, 3 de abril de 2008

um momento idílico quase surreal, um orgasmo múltiplo em corpo masculino, tal como se nunca tivesse visto nada tão excitante...

[852]

chegou a obra
(cheira a papel e a novo)

7 comentários:

Teté disse...

Epá, escreveste um livro?

PARABÉNS!!!

E porque é que não puseste a capa aqui e a indicação de onde adquiri-lo, para quem o quiser ver, ler, comprar, etc.?

Não é publicidade encapotada, sequer, e sempre poderias angariar mais alguns leitores... :)))

O Poeta Morto disse...

mostra, mostra, mostra, mostra!

Zé Baptista disse...

Não vendas tudo, guarda um aqui para o Baptista, com autógrafo e tudo!

Fernando Pessoa disse...

:)

caros a seu tempo estará disponível. como um autor não deve descurar os pormenores da sua obra, ainda irei rever tudo de novo. só daqui a uma semana estará disponível.

tété,

o livros estava escrito. quer dizer o conto estava escrito :) só precisava de um arranjo e de alguns mimos.

Fontes do Ídolo disse...

Muitos parabéns!

O Fontes terá muito gosto em contribuir para o sucesso da obra.

BMM

sei lá eu disse...

sai outro aqui pra lisboa...fáxavor ;)

Zé Baptista disse...

O livro nasceu de uma cópula???
Tu???
Cópula???
Uma árvore???

Que é que fizeste ao Pinheiro, Pá?