sábado, 22 de novembro de 2008

Olha aí um grande filme!

O Eu, a arte e o tempo. A relação entre estes três aspectos da nossa existência tratada com extrema simplicidade numa comédia simplesmente brilhante.

Para quem acha a filosofia uma trêta e continua pouco motivado para o filme, posso-lhes garantir, no mínimo, umas 10 gajas nuas (no filme, claro!), o que não estraga o nível do filme. É uma nudez explícita, sem censura, mas com classe!

Let's look at the "treila"

3 comentários:

Onun Ras Al Gull disse...

Eu já conhecia o filme e "comprei-o" pela mesma razão que tu, pela "filosofia"!

Já agora, também recomendo duas jóias de bom cinema filosófico italiano, nomeadamente, "Os pecados de Paola" e o "Marinella".

Indústria disse...

HAHAHAHAHAHAHAHHA

Temos de fazer uma sessão no Natal de cinema "filosófico".

Anónimo disse...

E por acaso alguém m pode indicar o titulo em inglês ou italiano o filme "Os pecados de Paola"? Ando à um tempinho à procura do filme!