segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

ouro [4]

[1422]

ao meu avô, que há muitos anos abria a porta de sua casa e me marcou com um natal rústico; à minha avó que me soube mostrar o verdadeiro sabor do natal, incluindo o sabor a borralho nas batatas, e dos pinhões acabados de sair da pinha; ao meu avô (sapateiro) que nunca soube que cortei um dedo por esses dias, mesmo depois de me avisar que me batia se me cortasse;
.
a eles, onde quer que estejam, desejo um feliz natal.

3 comentários:

Zé de Braga disse...

Para toda a comunidade, os nossos sinceros votos de um feliz Natal

ines disse...

Para além de um grande beijinho deixo os desejos de um Santo Natal, com muito Amor, Paz e Carinho

PKB disse...

Feliz Natal!
Beijinhos!