quinta-feira, 8 de outubro de 2009

e o vencedor do nobel é...

.
...a editora que tem olho.
.

5 comentários:

Teté disse...

Segundo fontes bem informadas, os temas dos livros dela giram em torno da ditadura de Ceauscescu, que provavelmente não será de molde a pôr os portugueses em fila indiana para adquirir os livritos... digo eu! :)

Beijocas!

Anónimo disse...

é na sua grande maioria sobre as duras condições de vida dos romenos durante a ditadura de Ceauscescu.

acho que terá tanto valor como um livro sobre a condição humana num campo de concentração nazi ou como um outro qualquer livro passado numa realidade social alheia a uma pessoa como nós

acho que fica principalmente a curiosidade em conhecer a obra e tentar percebermos se foi merecido em relação a outros autores que apostariamos para tal prémio.

Dr. Etc. disse...

vá, desta vez com maiúsculas:
Dostoyevsky,
Borges,
Joyce,
Cortázar,
Nabokov,
Kafka,
McCarthy,
Gorki,
Pynchon,
and so on...

indivíduos fora do prémio maior da literatura, aos olhos dos cidadãos da academia do país desse cangalheiro das estradas que dá pelo nome de volvo. mas isto sou eu que só leio gajos conhecidos, depois fodo-me que nunca acerto nos senhores do nobel.

tonsdeazul disse...

Lá se foram as minhas apostas!!
Não tinha ouvido falar nesta autora. Tenho agora uma oportunidade de ficar a conhecer! :)

Quanto a leituras este ano tenho-me dedicado imenso. Ando numa de ler clássicos, essencialmente. E são poucos os que me deixam com sabor a pouco! :)

S. G. disse...

tété,

a ideia é que as editores farão negócio rapidamente porque já têm títulos traduzidos. em duas semanas terão ediçõe snas bancas e venderão pela curiosidade. as outras editoras terão de aguardar traduções.

etc,

e há alguns nomes que hoje eram favoritos e nunca serão prémios nobel. não é nenhum barómetro, nem muito menos expressa algo vinculativo em termos de qualidade literária.

parece-me que tentar adivinhar não vale a pena.

o post foi publicado precisamente para ressaltar a ambiguidade e, convenhamos, a dificuldade enorme em distinguir o que "se acha" melhor.

boas leituras a todos :)