terça-feira, 30 de outubro de 2007

desta e doutra visão

[348]

"[...]Prefiro escrever as sombras, prefiro o frio da noite à frescura das manhãs. [...]
Os suspiros ouvem-se melhor, de noite. As lágrimas também. As lágrimas encontram sempre uma almofada onde se podem esconder, misturadas com o cheiro do algodão acabado de lavar e perdidas entre as riscas do edredon colorido. [...]"
.
"[...] Car il n'y a rien de pire au monde que l'amertume et la vengeance. Reste toujours digne et intègre à toi-même. [...]"


visão lucida da a. via [luz acesa]


refresco de inverno se aproxima.
e a terra está a girar de modo a que o sol se esconda mais depressa e se vire o hemisfério sul para o sol.

2 comentários:

A. disse...

e o outro hemisfério roubou-nos as andorinhas...

[obrigada, sempre, por estas referências, que tantas vezes me deixam corada] :)*

Fernando Pessoa disse...

os teus pensamentos são sempre dignos de refrência...

precisamos de corar para sabermos que o escrevemos é lido...