terça-feira, 6 de novembro de 2007

suprema visão

[374]

" [...] há uma estrela no céu para cada um de nós, suficientemente afastada para que as nossas faltas a não possam obscurecer [...]"

christian bobin, ressuscitar, tenacitas, coimbra 2006

há gente que desperdiça esta luz. eu gosto de a ver distante para não estragar a sua beleza. quem sabe se todos os dias não nasce outra estrela. eu gostava de poder ter duas...

1 comentário:

Zé Baptista disse...

Já soube de um gajo que tinha cinco... Comprou umas calças especiais que lhe assentavam como uma luva!