segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

a alegoria da caverna

[703]

agora imaginem um homem a quem saiu o euro milhões. agora imaginem a festa toda a noite. e ainda que se desfaz em promessas, a tudo o quanto está à sua volta.
.
e agora imaginem que quem lhe disse os números se enganou num. e imaginem a desgraça a descer sobre a sua cabeça. a moral da história é que não se deve fazer muita festa antes de confirmar os pressupostos.
.
mas sobra ainda uma lição maior, porque o homem não sabia, mas o dinheiro que lhe calhou nesse segundo prémio era também enormíssimo. e ainda assim podemos imaginar que depois de uma enorme desgraça, sobra sempre algo de enorme. muito por onde caminhar. e a caminhar se faz o caminho.

4 comentários:

Anónimo disse...

"if i made you feel second best..."

Fernando Pessoa disse...

isso é de alguma música?

parece-me um bocado negativista...

eu nunca ponho ninguem em lugares, ou hierarquias. mas se formos os segudos melhores em tudo o que fazemos, menos no amor (aí só pode haver um primeiro lugar) então a nossa vida terá algum sentido.

Anónimo disse...

Sim, é de uma música antiga, não é negativista, só triste...

E não era para contextualizar..."just a note"

Fernando Pessoa disse...

ok. muito bem...este espaço é para o comentário...