quarta-feira, 5 de março de 2008

os agradecimentos esquecidos

[780]

alertaram-me há dias para o facto de estar a descurar alguns agradecimentos. eu explico que por vezes assumo que as pessoas sub-entendem os meus reconhecimentos. está implicito nas minhas acções. de qualquer das formas deixo o meu obrigado sentido a quem não o disse.
.

obrigado
.
obrigado
obrigado obrigado
.
obrigado
obrigado obrigado obrigado obrigado obrigado
obrigado
obrigado
obrigado obrigado obrigado
.
obrigado
obrigado
obrigado

10 comentários:

caminhoparavida disse...

De nada ;-)

O Poeta Morto disse...

estava a ver que não!

Fernando Pessoa disse...

escolhe os que queres para eu os tirar da montra :)

El Salib disse...

Da mesma maneira que eu sub-entendo os teus reconhecimentos, tu sub-entendes os meus elogios, por isso, não há lugar a agradecimentos entre nós.

Fernando Pessoa disse...

mas tu compreendes-me e eu compreendo-te, mas há o problemas das mulheres...

Anónimo disse...

Se é ao agradecimento às mulheres da tua vida que te referes, esperava algo mais...esperava que escrevesses algo que só cada uma delas pudesse entender, um tributo.

Fernando Pessoa disse...

por acaso incluiria ai alguns agradecimentos a esse nível. e talvez possa escrever isso que dizes. tenho de pensar numa forma.

Anónimo disse...

Pensa nas formas delas...

Fernando Pessoa disse...

formas?

estás a referir as curvas?

eu não vou por aí. mas pode sempre ser possível que a imaginação possa ajudar à inspiração.

Anónimo disse...

Não percebi essa das formas...
Seria algo mais subtil, que te tenha tocado e te tenha feito pensar e aprender, encontra uma forma de o expressares com a mesma subtileza.