segunda-feira, 17 de março de 2008

peito [8]

[815]

há um som na noite
que murmura um segredo
um som de noite
e escuro.
.
há sempre na noite
um murmúrio a ranger
um ruído surdo
e mudo.
.
há sempre mais uma noite,
até a noite ser a última.
.
03/03/2008 - 00:06 p.m.

2 comentários:

Anónimo disse...

Murmúrio da noite sem estrelas, pio de um pássaro assustado, gotas de água a escorrer pelo caleiro, o vento que fustiga as árvores... mas afinal tu não dormes?

Fernando Pessoa disse...

é a noite que não quer voltar...por isso espera todas as noites, mas durmo. e bem. até a noite voltar.