sexta-feira, 11 de abril de 2008

o azar dos azares

[882]
.
há um mito entre os iluminados de que um azar nunca vem só. para além do ditado, óbvio.

.
no que me toca, tive dias de sorte quando a maré era de azar, e dias de muito azar, quando a sorte era apanágio.
.
hoje é um dia em que a sorte substituiu o azar.

2 comentários:

S. disse...

logo, ou é um mito falso ou és tu que gostas de contrariar ;)

Fernando Pessoa disse...

(por acaso gosto de contrariar o que se julga demasiado obvio, não é este o caso)

acho que é uma constatação positivista. ou relativista.