domingo, 27 de abril de 2008

os sonhos do minotauro

[934]

o maior labirinto do mundo, onde cabiam milhares de pessoas inocentes, lançadas lá dentro sem aviso prévio, tinha tantas portas de saída invisíveis que era difícil a toda aquela gente perceber que havia uma saída para cada uma delas. no entanto, e apesar das dificuldades de encontarem um caminho ou rumo para as suas vidas, em certo momento da vida a porta abria-se sem pedido expresso.
.
a maioria das pessoas, com tanto medo de enfrentarem a vida lá fora, viravam a cara ao desafio, aceitando continuar no labirinto.
.
a saída somos nós. encontremo-nos primeiro e então depois abramos a porta dos passos firmes.

2 comentários:

Anónimo disse...

Ando à minha procura há tanto tempo! Onde estou eu? Não me encontro! Quando te encontrares diz-me a fórmula, dizes?

Fernando Pessoa disse...

não deve haver uma solução. nós próprios deveremos ser a resolução. a emoção do dia-a-dia, um dia novo, a renovada esperança de podermos chegar ao que queremos, isso deve ser a solução.