quinta-feira, 18 de setembro de 2008

intróito [4]

[1221]

fiz as contas e chego à conclusão que o melhor é mesmo começar. dê por onde der, quanto mais tempo demorar, pior se torna o cenário.
.
para ler 1001 livros até aos 50 anos, vou precisar de percorrer as páginas de pelo menos 40 livros por ano.
.
não sei se será mais difícil ler os 1001 livros, se chegar aos 50 anos...

3 comentários:

Teté disse...

Tenho um livro que se intitula "1001 livros para ler antes de morrer" e ainda não li metade deles. Espero que o prazo não seja os 50 anos, senão... estou feita! :)))

3/4 livros por mês suponho ser um projecto viável! Depende um bocado do trabalho de cada um.

André Benjamim disse...

não tenho a certeza - porque nunca os contei; e agora seria uma tarefa assaz difícil -, mas julgo que já li mais que 1001 livros... bem, isso era no tempo em que tinha tempo para ler romances de 400 e 500 páginas num dia ou dois...

teté, depende mesmo do trabalho de cada um; o meu, por exemplo, não me deixa tempo nem para dormir, quanto mais para ler ;-)

Fernando Pessoa disse...

tété,

parece ser um livro interessante na medida em que permite teres uma noção das obras importantes, poupando-te ao trabalho da selecção do que vais ler...e o trabalho é relativo, julgo que a forma como ocupas os tempos livres são mais determinantes...

bj

andré,

como disse atrás só agora leio os maias. tudo o que fui obrigado a ler na escola, simplesmente não li. só depois do primeiro mês da universidade é que me apercebi do que andava a perder..."assim falava zaratustra" foi o responsável pelo início da leitura mais sistemática. não faço ideia de quantos livros li, mas se andar entre 150 a 200 não será mau. os meus parabéns por não teres perdido tanto tempo como eu :) até chegar aos mil vou ter de correr bastante.

abraço

bom fim-de-semana