segunda-feira, 17 de novembro de 2008

requiem a uma alma

[1351]

quem procura a fé
através da ciência,
escolhe o caminho mais difícil.
.
mas
.
em não sendo o único válido,
é por certo o mais
recompens(a)dor.

2 comentários:

Teté disse...

A ciência e a fé não são totalmente antagónicos.

A Igreja Católica, essa sim, é culpada de tentar manter o obscurantismo durante séculos (porque a ignorância servia, e ainda serve, os seus intentos).

Só o Papa João Paulo II resolveu absolver Copérnico (ou será Galileu?), após 400 anos de excomungação... (ao cientista deve ter dado uma jeitaça, mas pronto).

Beijoca!

Indústria disse...

Concordo com o que dizes acerca da Igreja Católica ter mantido o obscurantismo durante séculos. Mas choca-me, por vezes, a forma como a ciência procura, também ela, obscuecer a religião, qualquer que seja, com argumentos que por vezes se resumem à negação militante.