quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

incenso [2]

[1407]

de repente as tuas mãos como um ninho,
um ovo nascido do nada, e de um calor dedicado
pelo teu empenho nasce um coração
clonado pelos meus desejos inocentes.
.
é isto um amor anterior.
um amor que já o era antes de o ser.

4 comentários:

El Salib disse...

Porque é que o "era" e o "ser" estão em itálico e o "é" não?

S. G. ex - Fernando Pessoa disse...

tens toda a razão e assim vale a pena escrever para gente atenta :)

corrijo. o ser vai ficar sem itálico. (o presente é uma certeza, enquanto antes de nascer, em não existindo teria de ser realçado esse "não-existir" com o itálico) difícil. eu confio nas tuas capacidades.

dimples disse...

Bonito :)

S. G. ex - Fernando Pessoa disse...

já fui mais :)

obrigado