quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

julgados de paz

[1392]


a minha relação com a fé, ou com deus himself, é uma espécie de casamento moribundo. ele dorme num quarto e eu noutro. nesta fase já nem conversamos.
.

3 comentários:

El Salib disse...

Je me livre!

S. disse...

...mas ainda moram na mesma casa, o que pode indiciar uma possível reconciliação a qualquer momento ;)

S. G. ex - Fernando Pessoa disse...

falta um advogado ou alguém que perceba de reconciliações :-)

mas é um assunto a que me tenho dedicado. procuro deus nas coisas pequenas, e hoje é-me difícil encontrar a sua magia. deus so pode ser a justiça e o equilibrio (nem tudo bom, nem tudo mau na vida)

(apesar de tudo falta-me muito pouco para estar próximo do que apelidamos de felicidade)