quinta-feira, 9 de agosto de 2007

Borboletas


"Passa uma borboleta por diante de mim
E pela primeira vez no Universo eu reparo
Que as borboletas não têm cor nem movimento,
Assim como as flores não têm perfume nem cor.
A cor é que tem cor nas asas da borboleta,
No movimento da borboleta o movimento é que se move,
O perfume é que tem perfume no perfume da flor."
Alberto Caeiro

“O segredo é não correr atrás das borboletas...É cuidar do jardim para que elas venham até você.”
Mário Quintana

“…por enquanto, se as borboletas não pousarem no meu poema, estarei simplesmente amarrado ao pesado facto de ainda não o ter escrito mas um poema é como uma pessoa – há-de aparecer quando for a hora de poder permanecer.”
Ondjaki

1 comentário:

Armando (mas branco... ou quase) disse...

Grande Mário Quintana. Isso é que é filosofia de vida.

Deixa-as poisar...

(minhas lindas)