sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

[541]

se a noite não fosse fria eu até podia ter esperado. mas a espera cansa e o frio apertou.

3 comentários:

O Poeta Morto disse...

é o "quem espera desespera" em detrimento do "quem espera sempre alcança". eu ja esperei e alcancei, mas também ja esperei e deseperei...

Fernando Pessoa disse...

acredito mais na primeira hipótese. por isso é que nunca espero. a não ser por autocarros. decido sempre andar prá frente. é por aí que vem o caminho certo.

Anónimo disse...

Eu já fiz esperar e agora espero ... sabia melhor quando fazia esperar ...