quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

Saudades

tenho saudades
mas não são saudades de ti
são saudades de mim
saudades de sorrir
quando volto depois de partir
tenho saudades
de correr e andar
aos pulos como os putos
rua abaixo até ti

tenho saudades

sinto falta de estar vivo
há muito que estou morto
há muito que não estou contigo

3 comentários:

Fernando Pessoa disse...

muito bem....isto está a subir de nível...já notei há muito...mas esta agora partiu a loiça toda.

:)

O Poeta Morto disse...

Gostei!!! ainda vou ver isto numa letra de uma qualquer nova banda que irá surgir. tipo a musica que tu "inventaste" e os silence 4 te roubaram

ines disse...

um grande sorriso! ela anda aí...a saudade!