quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

é fácil...é como encontrar um trevo na tromba de um elefante [18]

[749]

é fácil a história, sendo cíclica, repetir-se. difícil é ser nos momentos mais convenientes.

13 comentários:

El Salib disse...

Ainda hoje é quarta-feira e já se fala desta maneira... Estou varado!

Anónimo disse...

Mas...convenientes para quem?

Anónimo disse...

n acho q a história se repita, podemos é aprender com ela..
achas q um raio caí duas vezes no mesmo sitio?

nina

Fernando Pessoa disse...

ó amigo...essa não apanhei assim para o todo, mas se bem percebi, andar a falar como quem já passou o fim-de-semana a beber para afogar as mágoas, à quarta, parece-me pouco normal...

nessa perspectiva tens razão...

Fernando Pessoa disse...

eu podia desenvolver a minha ideia, mas mesmo a quem eu paguei o jantar este sábado, escapou, que esse meu gesto, é uma forma de forçar a repetição da história...

Anónimo disse...

ohhhhhh! devias ter ido ao mac..

:-)

nina

Fernando Pessoa disse...

pois podia. mas assim a repetição da história podia sair ao contrario :) e os finais felizes à americana não me agradam mjuito :)

El Salib disse...

Alguma coisa me está a passar ao lado...
Há aqui pessoal que sabe coisas e não quer contar.

Fernando Pessoa disse...

caro amigo salib,

quem não deve perceber nada disto é o anónimo, que como tal lê o que eu quero escrever, mesmo fazendo todo o sentido, não chega lá de certeza.

quanto a ti, talvez se te fizesse luz sobre algum passado, te pudesse mostrar a minha teoria. e eu espero, mesmo que a história não seja cíclica, e os factos não se repetirem, eu sei que só há este caminho,

:)

ines disse...

sabem que mais... vocês devem ter toda a razão!

El Salib disse...

Eu continuo a não saber exactamente de que é que estás a falar, mas continua que estás a ir bem.
A história até pode ser cíclica, eu não sei é se aguento passar por determinadas fases outra vez, e quanto digo que não sei se aguento é fisicamente mesmo, já não tenho o ritmo de um miúdo de 27 anos.

Fernando Pessoa disse...

vês como sabes? :) aguentar mais um mês daqueles será tarefa quase impossível.

embora eu preferisse, que a parte da história a repetir fosse outra. pelo menos a táctica, será a mesma.

Teté disse...

O que se repete, normalmente, são os erros históricos... :/