terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

os sorrisos e os carvalhos

[745]
.
eu estava sentado à sombra de um dos carvalhos. tinha ainda uns três ou quatro pinheiros e dois eucaliptos a refrescarem toda a zona circundante. mas eu prefiro os carvalhos. e os sorrisos também.
os eucaliptos secam tudo em seu redor. e secam sorrisos também. e é por isso que eu prefiro os carvalhos. como aos sorrisos também.
em boa verdade, os carvalhos são mais sinceros. os eucaliptos são mais crueis e os pinheiros sisudos. e é por isso que eu prefiro os carvalhos, e as suas sombras. são mais verdadeiros. e os sorrisos assim verdadeiros são os melhores.
.
e se eu preferisse o sol à sombra, gostaria da mesma forma.
pudesse a brisa ser mais forte, voar em meia altura e faria cair algumas folhas sobre este sossego que sinto à sombra de um carvalho.
.
e se eu preferisse a chuva ao sol, seria igual. sentiria da mesma forma.
.
nunca trocaria a sombra ou o abrigo do carvalho por nada. nunca trocaria um sorriso por nada. nunca trocaria o teu sorriso por nada.
.
por nada.

6 comentários:

Anónimo disse...

É chavão, mas o sorriso vale mesmo mais que mil palavras. O problema é que a gente se esquece de sorrir e não contraria as tristezas. Agora fizeste-me lembrar aquela música:

"It's amazing how you can speak right to my heart
Without saying a word you can light up the dark
Try as I may I could never explain
What I hear when you don't say a thing

The smile on your face
Lets me know that you need me
There's a truth in your eyes
Saying you'll never leave me
The touch of your hand
Says you'll catch me where ever I fall
You say it best
When you say nothing at all"

Fernando Pessoa disse...

gosto de voltar a ouvir essa música vezes sem conta. está também associada ao filme, e por isso também é especial.

sorrir é sem dúvida o espelho da alma.

PontoGi disse...

(Suspiro) AAAIIIIIII.

Fernando Pessoa disse...

:)

suspirar alivia...

Teté disse...

Bons sorrisos... :)

O Poeta Morto disse...

eu fazia um trocadilho do c*r*lh* com este post...