segunda-feira, 1 de setembro de 2008

lost in translation [3]

[1197]

sabes,
.
tenho em manuscrito a mais linda carta de amor
que alguma vez fui capaz de escrever.
tenho estado a ultimar os pormenores
a reescrever a parte em que te ofereço
a lua-quase-cheia
as chamadas noites brancas,
a fada e o fauno em uníssono canto
prometendo o meu quase-amor-infinito ao teu destino.
.
sabes,
.
tenho entre mãos umas quantas folhas salpicadas de tinta
porque me tremia a mão ao imaginar-te
sentada a ler esta imaginada-missiva levada
por um pombo correio
embora me falte corrigir o erro essencial.
.
sabes,
.
contenho-me sabiamente perante a demanda do graal,
como se o chegar perto de ti não fosse o objectivo
mas antes conseguir tocar o teu coração.
se fecheres os olhos ao ler-me escrito nesta alegoria
verás um cósmico futuro
carregado de um semblante azul-celeste.
.
(agora, se não te importas
quando passares por aqui,
deixa-me a tua morada, para a poder enviar)

9 comentários:

Anónimo disse...

a minha morada é.. o teu coração!

Fernando Pessoa disse...

vindo da pessoa a endereçar a carta, não seria uma má resposta...


obrigado pelo comentário...

Anónimo disse...

não precisas de agradecer :)

e uma vez que essa carta já tem "nome", não esperes que ela deixe a morada.. envia-a!!

Fernando Pessoa disse...

isso era interessante :)

talvez andassem todos a procurar um nome igual em vila velha de rodão ou freixo de espada à cinta...

Anónimo disse...

é verdade.. e a mascara de veneza que ficas-te de trazer?

Fernando Pessoa disse...

está em casa. mas por duas razões não sei qse a vou dar, uma não sei a quem. e a segunda é porque gostei muito dela. fica bem lá no quarto....mas é uma questão a ver...

Anónimo disse...

:)

não precisas de ofercer a máscara, a não que sintas mesmo que o deves fazer..mas pelo menos partilha connosco o encanto delas! tira uma foto e coloca no blog.. se bem que ela perde vida com a foto, não se sente a verdadeira beleza da máscara, mas ja dá pra ter uma percepção ;)

Fernando Pessoa disse...

pelo menos as fotos vou publicar. por quem não conhece as preciosidades...

O Poeta Morto disse...

a minha já levou cola.. veio tipo puzzle, em varias peças.

p.s. agora sim, cheguei ao blog