segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

crepúsculo

[1387]

se não há nada a dizer
nada se diga.
.
(o sol escondeu-se
no segundo de um suspiro)

2 comentários:

Teté disse...

Há silêncios que são de ouro... :)

S. G. ex - Fernando Pessoa disse...

às vezes é o melhor remédio...e a melhor forma de discernimento.