segunda-feira, 19 de novembro de 2007

a frustação dos meninos

[417]

é pois hora de dizer a verdade que custa todos. a frustração sexual de alguns mina este mundo desde a sua base. as relações pessoais muitas vezes dependentes da qualidade de vida de cada um, moldam-se ao sabor das frustrações constantes de cada individuo. em alguns é tamanha a vã glória de se elevar ao altar dos dias, que não conseguem disfarçar a agonia interior que definitivamente tolda a visão simples. eu tenho a dizer que tenho pena deles. sentiria o mesmo se não tivesse conhecido mulheres. ou se, as que tivesse estado em comunhão, não enchessem as medidas da minha palma da mão esquerda (é a menos exigente). daí que bem haja quem consegue viver assim. estou-lhes grato pela ajuda que me deram. percebi há muito que existe a possibilidade de nesta vida passarmos ao lado da felicidade, e ao mesmo tempo de não conseguirmos saber se existia uma cara metade.
.
isto vem no seguimento de outras frustrações. fala-se na [escrita casual], da necessidade do macho em afirmar-se pela força. é a desculpa dos fracos e dos frustrados.
.
"[...] os homens não querem unicamente a obediência das mulheres, querem também os seus sentimentos. todos os homens, à excepção dos mais grosseiros, desejam ter, na mulher a quem estão mais intimamente ligados, não uma escrava forçada, mas uma escrava voluntária, e não somente uma escrava, mas uma favorita. recorreram, por conseguinte, a todas as estratégias para escravizar as suas mentes. [...]"
.
desculpem a longa passagem. mas por vezes é necessário desvendar alguns caminhos que se percorrem, por essas caras fechadas que não sabem a limitação que carregam. eu agradeço.

3 comentários:

Fernando Pessoa disse...

agora mais a sério, porque isto é assunto grave. se precisarem de algum conselho eu posso ajudar no que puder.

Fernando Pessoa disse...

eu nao quero que me levem a mal. é que por conta dos mal-entendidos, ja tenho pessoal chateado comigo, incluindo o pessoal da velha :)

Fernando Pessoa disse...

mais a sério ainda. eu até diria alguns segredos...mas não posso ofender quem me confiou esses segredos...e isso irira contra os meus principios. a sério que sim...e depois dá-me uma vontade de rir...mas estou constipado...não posso.

depois um dia ainda se vira contra mim a maleita....