sexta-feira, 14 de março de 2008

paso doble

[810]

não há mais que uns míseros metros quadrados de escuridão. há pouco ainda vimos a noite cair e agora é só a luz artificial que ilumina este espaço. a entrada da catedral, pelas traseiras, mostra-se como que enrugada, velha pelo tempo parada no mesmo local. ainda saem e entram algumas pessoas, sem pressas, turistas que como nós se detêm nos pormenores das rugas das pedras, no verde encastrado da chuva.
.
só pelo som do piano me aproximo do pátio. aqui muitas vezes o real supera o imaginável. a ficção é em si uma reminiscência muito mais fraca do que a realidade pode pintar. sento-me, paro a olhar os candeeiros de luzes amarelecidas que dão um toque sépia a tudo o que me rodeia. o músico (esta cidade tem nas suas entranhas a música a tocar em ritmos miscelánios) rompe num momento de inpiração que me faz a cabeça rodopiar sem saber a que lugar do mundo pertenço agora. sei que buenos aires entrou naquela praceta. cantava uma música sobre champanhe a correr em festas, de mulheres desaconselháveis, e a voz dança ao ritmo do destino dos intervenientes. eu o actor passivo desta trama, fico de olhos fechados. deixando-me ir onde a música quer soar melhor, talvez numa festa de mulheres.
.
saio a ver o cantor sorridente. ele sabe o efeito elipsoidal das suas narrativas sonoras. e eu saio a pensar que barcelona não é cidade daqui mas vizinha de buenos aires.

8 comentários:

Fernando Pessoa disse...

acho que é a primeira vez que volto a barcelona. mesmo não sendo muito fácil.

bom fim-de-semana a todos.

caminhoparavida disse...

Vale a pensa voltar, nem que seja assim :-).. a contar a saudade..

Fernando Pessoa disse...

o problema de barcelona é q fica, das duas viagens, irremediavelmente relacionado com aventuras...marcantes :)

caminhoparavida disse...

Será esse um problema? ;-).. Ainda bem que há marcas que deixam um sorriso "feliz porque aconteceu"! Venha uma nova viagem a barcelona ;-)!!

PontoGi disse...

Buenos Aires...uma das minhas viagens de sonho!!!!

Gorill@ disse...

Eu estava lá e vi o Fernando Pessoa encher a mente de inspiração e pensei.... este momento vai dar um post... cá está ele! Um abraço!

Fernando Pessoa disse...

:)

há mais momentos...sobretudo o hilariante vamos pro aqui, e agora por ali (basicamente 1h30 minutos á procura de um bom vinho)

:)

Gorill@ disse...

1h30 minutos para beber apenas um copo... como é que é possível.....

Já gostei mais de ti! :):):)

Esta caminhada fica prá história mundial da parvoice!