sexta-feira, 4 de abril de 2008

maneiras mais subtis de o descobrir por outros

[857]

porque me inspiram certos momentos. porque em certa medida, a ideia que se cria, ou as imagens próprias de alucinação, não são mais que uma fuga,
.
a busca de poesia e boas palavras, o saber em todos os cantos das páginas, mais e mais frases bem escritas, ensinamentos protocolares de amor, não é mais que tentar reparar uma ideia que nos assombra. a morte.
.
viver do bom gosto de certa palavras, traz-nos uma abstração subtil desse fim. mas assumo que passei a vida a tentar não depender de nada. procurar um patamar de tal forma elevado, que provasse a mim mesmo ser capaz de enfrentar tudo sem medo. hoje sei que não procuro nada em especial. conheci de perto os pormenores que nos marcam. hoje, recusei aceitar que não existe o que me fará bem, não feliz, mas apenas bem. recusei liminarmente que não existe. "maybe you're just looking on the wrong places, or maybe you're just sentimental..."
.
" [...] estranha condição esta a de não desejar a eternidade enquanto não te souber ao meu lado. aí, então, que pare o mundo, que tudo seja igual para sempre a ver se eu me ralo. [...]"
.
" [...] o coração não compreende nada. bate como uma máquina e nada mais. o verdadeiro coração existe na cabeça [...] "
josé gomes ferreira, aventuras de joão sem medo

4 comentários:

S. disse...

antídoto para a solidão será procurar nos outros qualquer semelhança com o que nos assombra...curiosamente, também a tenho encontrado em palavras alheias.

Fernando Pessoa disse...

muitas vezes o que falta é uma explicação para a rapidez com que me invade essa sensação de solidão.

Anónimo disse...

A morte não é mais que a última etapa da vida e como tal a ela pertence. Por outro lado, há coisas que não se procuram, acham-se, bastando para isso estarmos atentos, vivos e positivos. De qualquer modo, o primeiro passo para estarmos bem é aprendermos a amar-nos a nós próprios, já te mimaste hoje?

Fernando Pessoa disse...

acho que ontem não houve mimos :) estava demasiado cansado.

mas é difícil encontrar o que quer que seja para me sentir satisfeito, com o sorriso especial, mas haverá um dia espaço para o sonho se concretizar.