terça-feira, 6 de janeiro de 2009

2009 [9]

[1445]

penso: talvez o mundo seja um ano de glória dado a cada um. talvez o homem se vista de destino e cumpra o seu desejo numa só jornada.
.
penso: talvez este ano seja um bom ano para acordar de mim e seguir o teu trilho. talvez me tranquilize apenas em seguir os teus passos.
.
Para atravessar contigo o deserto do mundo
Para enfrentarmos juntos o terror da morte
Para ver a verdade para perder o medo
Ao lado dos teus passos caminhei
.
Por ti deixei meu reino meu segredo
Minha rápida noite meu silêncio
Minha pérola redonda e seu oriente
Meu espelho minha vida minha imagem
E abandonei aos jardins do paraíso
.
Cá fora à luz sem véu de dia duro
Sem os espelhos vi que estava nua
E ao descampado se chamava tempo
.
Por isso com teus gestos me vestiste
E aprendi a viver em pleno vento
.
Sophia de Mello B. Andresen
.

4 comentários:

PKB disse...

Posso apenas deixar umas reticências? É que não sei comentar boa poesia. Só sei lê-la e senti-la.

...

Lizard King disse...

Brutal...tudo dito...resta-me acrescentar (e não é meu mas veio-me à cabeça assim que comecei a ler e não tem nada a ver):)


"Posso-te sorrir no escuro
E pensar que tu nem vês
Posso-te beijar com os olhos
E pensar que tu nem sentes
Desenhar todas as curvas
De que é feito o teu corpo
Penetrar-te nos teus sonhos
Com a ponta dos meus dedos, os dedos..."

Barbie Martini disse...

excelente poesia.parabéns pela escolha.

kiss kiss

S. G. ex - Fernando Pessoa disse...

agradeço, mas eu fiquei da mesma maneira. não conhecia e fiquei a apreciar e achei que deveria divulgar. em boa hora o fiz :) beijinhos a todas.